SEGUIDORES DO BLOG

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

A LUZ E A ESCURIDÃO



A LUZ E A ESCURIDÃO

Neuza Maria Spínola

A vida se apresenta em extremos,
Que se atacam e se afligem;
Dois opostos que ferem a paz que temos,
Conflitos entre pecado e solidão.

É a diferença entre o ouro e o bronze,
É a distância entre o sol e a lua,
É o caminho da luz para a escuridão,
É o conflito entre o coração e a razão!

Há momentos em que a esperança surge,
Tudo se anima, vibra o coração;
De repente, a semente dos sonhos urge,
E se enterra nas trevas da razão.

Como derrubar este muro que nos cerca,
Quando um sentimento abafado soluça?
A razão impede o coração de se encontrar,
E o coração procura uma razão para não abafar.


Direitos Autorais registrados e Reservados  à autora
Postar um comentário